EUsouMS 2020.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  Sebrae orienta empresários em tempo de pandemia

BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg
  • eusoums

Concurso da Fundação Manoel de Barros ajuda mais de 70 idosos em período de distanciamento social

Ação incentivou idosos a desenvolverem uma atividade prazerosa durante pandemia da Covid-19.

A casa, o quintal, o céu, o jardim, o convívio com os filhos e netos... Todas essas inspirações se transformaram em arte pelo olhar e as mãos de 76 idosos do projeto Ativa Idade, da Fundação Manoel de Barros, que participaram do ´I Concurso de Pintura´. Para divulgar o resultado do concurso, a equipe da Fundação gravou um vídeo com uma Solenidade de Premiação que pode ser conferido logo abaixo. A ação integra a programação da campanha ´Junho Prata – Mês de Enfrentamento à Violência Contra a Pessoa Idosa´, iniciativa da Assembleia Legislativa de MS, Frente Parlamentar em Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa e Governo do Estado de MS.


O ´I Concurso de Pintura´ foi criado para estimular a criatividade, as habilidades artísticas e incentivar que os idosos se mantenham ativos neste período de distanciamento social. Com o tema ´Cor: essência da vida´, os participantes foram incentivados a refletirem sobre a beleza da vida em sua essência, por meio da pintura. O concurso foi realizado para os participantes do projeto ´Ativa Idade´ da Fundação Manoel de Barros.

Com giz de cera, lápis de cor, tinta, retalhos e outros materiais, os idosos encheram as telas de cor e vida. Nanci Silveira, de 57 anos, conta que o concurso ajudou a enfrentar o período de distanciamento social com mais alegria e novos aprendizados: “Já tinha experiência com pintura, mas não conhecia o giz pastel e pesquisei na internet para saber como usar. Graças ao concurso, descobri novas técnicas e já fiz mais de 20 pinturas. Foi ótimo para ocupar meu tempo e abriu um caminho novo para fazer algo diferente”.

Seguindo a proposta do concurso, ela procurou ressaltar a temática da “essência da vida” em sua obra. “Pesquisei e vi que a essência é o contrário de aparência. A essência do corpo humano é o coração, então fiz corações de várias cores e tamanhos, com aplicações de brilho e pérolas, para representar nossa diversidade”.


Para Arilma Almeida, de 65 anos, a pintura da tela possibilitou momentos alegres em família. Ela e a mãe, Elza Saldanha, de 91 anos, participaram do concurso. “Fiz um trabalho junto com minha mãe, minha filha e meus netos. Foram duas telas e fizemos tudo bem colorido, com retalhos. Foi um momento bem gostoso e divertido”, diz.

A idosa utilizou a experiência como professora de educação infantil para estimular a própria criatividade e a dos familiares, especialmente das crianças de 3 e 11 anos. “Nos envolvemos tanto que tem dia que o mais novo me chama para pintar. Aí a gente inventa algo, no papel mesmo. Também foi importante para desconstruir esse momento de tensão que estamos vivendo, esse é o mais importante, ter coisas para fazer para não ficar tão ligado no que o mundo está passando com essa pandemia”, destaca Arilma que também participa das aulas online realizadas pela Fundação, como pilates, dança, educação física, Tai Chi Chuan e informática.

Concurso

Para que os idosos pudessem participar da ação sem sair de casa, a Fundação preparou um kit especial para cada um, com tela de pintura de 30 por 40 cm e uma caixa de giz de cera. Esse material foi entregue na residência dos participantes pelos colaboradores da entidade no dia 29 de abril. Eles tiveram pouco mais de 15 dias para elaborar a arte. Depois, em 18 de maio, a equipe da Fundação retornou nessas casas para buscar as telas. Nas ações de entrega e retirada das obras, a equipe seguiu todas as medidas preventivas, utilizando máscaras, luvas, álcool em gel e mantendo a distância necessária dos idosos, sem nenhum contato físico.

Com as obras em mãos, a equipe da Fundação enviou imagens das telas para o curso de Psicologia da Uniderp, que formou o júri do ´I Concurso de Pintura´. A coordenadora, professores e alunos desta graduação analisaram as obras e escolheram os três melhores trabalhos. Os artistas idosos premiados receberão voucher de empresas parceiras da entidade. Para divulgar os resultados do concurso, a Fundação Manoel de Barros gravou um vídeo com uma Solenidade de Premiação e o disponibilizou em seu canal no Youtube, para que os idosos e seus familiares possam assistir em suas casas. A gravação deste vídeo contou somente com a participação da equipe da entidade.  

“Partindo do princípio da Criação, Deus poderia ter feito o mundo em branco e preto, com algumas nuances de cinza. E ele, com sua infinita bondade, seu infinito amor, nos entregou um universo repleto de sabores, sons, cores e emoções. É com esse pensamento que a Fundação Manoel de Barros conclui o ´I Concurso de Pintura´. Reforçarmos o nosso agradecimento aos nossos patrocinadores Águas Guariroba, Comper, Getnet, Raizen e Uniderp e, aos nossos apoiadores; curso de Psicologia da Uniderp, Conselho Municipal do Idoso, Secretaria Municipal de Assistência Social e Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho. Obrigado por nos ajudar a realizar essa ação tão importante para os nossos idosos”, finaliza Marcos Henrique, diretor da Fundação.

Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp

© 2020 #EUsouMS 

Onde devo ir? Quem devo conhecer? Qual comida tenho que experimentar? Essas são algumas das perguntas fundamentais que nós fazemos diariamente. Com este espaço queremos mostrar para todos qual é a identidade do nosso estado. Este site surgiu com um único propósito: Ser o local de encontro e de referência da cultura, das pessoas, dos sabores e dos lugares do Mato Grosso do Sul. Por isso leia, conheça, compartilhe e viva o MS com a gente! 

Sugestão de pauta? contato.eusoums@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram