EUsouMS 2020.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  Sebrae orienta empresários em tempo de pandemia

BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg
  • eusoums

Imigração Japonesa: influências culturais se tornaram tradição em Campo Grande

Descendentes ou não, campo-grandenses aderem à culinária e até apetrechos de decoração inspirados no mundo oriental 

Não há censo que comprove a informação, porém estima-se que Campo Grande tenha 12 mil descendentes de japoneses, e em Mato Grosso do Sul o número passa dos 32 mil, segundo percentual do IBGE de asiáticos residentes nos estados e municípios. Na data em que se comemora o Dia da Imigração Japonesa, 18 de junho, os dados mostram  o que é facilmente visto pelas ruas da Capital: a arquitetura, a tradição e a culinária oriental estão fortemente presentes na vida das pessoas, principalmente por conta do sobá, espetinho e o sushi, que são os queridinhos do paladar campo-grandense.  O presidente da Associação Nipo Brasileira de Campo Grande, Nilson Tamotsu Aguena, comenta que a culinária japonesa está presente em vários lugares do mundo, mas que na Cidade Morena há um grande destaque para isso. “Hoje em dia, no Brasil, é difícil não ver um molho de soja temperando nossas saladas e dando sabor aos pratos através do Shoyu. Aliás, a expansão do cultivo de soja se deu graças a importação feita pelos japoneses, que inclusive ajudaram a contribuir para o crescimento de sua produção”, afirma.  Entre as iguarias mais populares na cidade, estão o sobá e o sushi. Aguena comenta que esses pratos se tornaram mais conhecidos após a celebração do centenário da imigração japonesa, ocorrido em 2008, onde houve grande divulgação. “O sobá caiu no popular porque todos os ingredientes, são produzidos aqui e tornou-se patrimônio imaterial da cultura campo-grandense. Já o espetinho, do jeito que conhecemos hoje, com pedaços generosos de carne colocados numa vara de arame, foi criado por um casal de feirantes no final da década de 1950, descendentes de okinawanos”, lembra.  Para comemorar a data em casa, que tal resgatar algumas dessas influências? O Shopping Campo Grande pode ajudar com essa escolha. Na loja Camicado, por exemplo, há travessas e tigelas. Além disso, itens de decoração também chamam a atenção e podem dar um ar ainda mais oriental pra quem quiser entrar no clima da data. Já na Multicoisas, é possível encontrar esteiras para sushi em diversos modelos.  E por falar em sushi, uma das opções é o restaurante Bamboo, que oferece um buffet de comida japonesa para a praça de alimentação. Com opções variadas, saborosas e frescas por quilo, o diferencial em seu atendimento fica por conta da equipe e também pelo cardápio recheado, com opção de delivery para os que preferirem comer em casa.  Comemoração - O Dia da Imigração Japonesa é celebrado no dia 18 de junho, data na qual o Brasil recebeu o primeiro navio com imigrantes japoneses no ano de 1908, no porto de Santos, em São Paulo. A embarcação trouxe, numa viagem de 52 dias, os 781 primeiros imigrantes vinculados ao acordo imigratório estabelecido entre Brasil e Japão, além de 12 passageiros independentes, segundo o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil. 

live-06-07-s (1).png

© 2020 #EUsouMS 

Onde devo ir? Quem devo conhecer? Qual comida tenho que experimentar? Essas são algumas das perguntas fundamentais que nós fazemos diariamente. Com este espaço queremos mostrar para todos qual é a identidade do nosso estado. Este site surgiu com um único propósito: Ser o local de encontro e de referência da cultura, das pessoas, dos sabores e dos lugares do Mato Grosso do Sul. Por isso leia, conheça, compartilhe e viva o MS com a gente! 

Sugestão de pauta? contato.eusoums@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram