banner revest pedras marmores e granitos
  • Divulgação | Assessoria

#SescEmCasa terá LIVES para propagar cultura durante a quarentena e fomentar doações de alimentos ao

Atualizado: há 4 dias


A partir de 02 de maio terá início o #SescEmCasa uma ação que congrega cultura e solidariedade, com shows de bandas já consagradas entre o público de Mato Grosso do Sul, que vão levar suas apresentações às casas das pessoas, por meio de LIVES e também chamar o público para praticar a solidariedade, doando alimentos para o Mesa Brasil Sesc.

“É uma ação que agrega três eixos, a cultura, o assistencialismo e o regionalismo, de forma que possamos, ao mesmo tempo, suavizar os impactos da quarentena, levando boa música para as casas dos comerciários e da população em geral e também fortalecer nosso braço assistencial para promover atenção básica ao grupo de maior vulnerabilidade social”, diz a diretora regional do Sesc, Regina Ferro.

Ela lembra que a quarentena de prevenção ao Covid-19 vem deixando marcas profundas na economia, com efeito cascata, atingindo de empregadores a empregados, além do efeito emocional causado pelo Coronavírus e também pelo avanço do desemprego.

Ao todo, haverá cinco LIVEs, a primeira delas, no dia 02 de maio, sábado, às 20h30 (horário local), com a dupla Maria Cecília e Rodolfo. Na próxima semana, dia 08, será a vez da Banda Sampri. Dia 15 de maio tem show de Chicão Castro e Fabinho, no dia 22 é a vez dos Filhos dos Livres e, fechando a programação especial, o Bando do Velho Jack, na LIVE de 29 de maio.

“Ficamos muito felizes de sermos convidados a participar deste projeto, como os outros do Sesc, bem embasado e estruturado. Especialmente pela oportunidade de dar uma força para tanta gente que está passando por uma fase difícil, em vários segmentos. Se olharmos, por exemplo, para a classe artística, são pessoas que estão no mercado informal e não conseguem levar renda para casa. Vamos esperar que essa fase nos desperte essa consciência de olhar para quem já passa naturalmente por dificuldades e que possamos melhorar como seres humanos”, diz Rodrigo Tozzette, vocalista do Bando do Velho Jack.

Sobre o Mesa Brasil Sesc – O Mesa Brasil Sesc, desde 1994, contribui para mudar o cenário da fome no país. O programa de segurança alimentar e combate ao desperdício busca onde sobra e entrega onde falta, conectando quem quer ajudar com quem precisa ser ajudado. Em Mato Grosso do Sul, o programa foi implantado no ano de 2003.

Serviço – Mais informações no site sesc.ms

#diversão

6 visualizações
galeria meia sete.png