EUsouMS SESSION PLANA.png
respire 6.gif
BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg

Ascensão dos consumidores com 60+ transforma a economia

Dia 24 de janeiro comemora-se o Dia dos Aposentados. Diferente dos estereótipos de velhinhos em frente à televisão, os atuais aposentados são bem diferentes dos de gerações anteriores. A medicina e a adoção de hábitos saudáveis transformaram os “velhinhos de 60 anos” em pessoas ativas, que se mantêm trabalhando, praticando esportes e fazendo compras, inclusive pela internet. Um estudo feito pela LCA Consultores em 2018 mostrou que os idosos representavam 14% da população adulta, um total de 15 milhões de consumidores. Hoje, estima-se que já sejam 30 milhões. Além disso, um estudo da Fundação Getúlio Vargas indica que as pessoas com mais de 65 anos correspondem a 17% dos 5% mais ricos do Brasil – e a apenas 4% dos 40% mais pobres. Conforme a pesquisa da LCA, 70% do orçamento dessas pessoas é gasto com saúde, conforto e alimentação.

Com o isolamento social, os idosos precisaram usufruir da internet e dos serviços de entrega. O Sindicato dos Fiscais Tributários de MS - Sindifiscal/MS - que conta com 1124 filiados, sendo 699 deles aposentados, investiu nos últimos anos em cursos que ensinavam os 60+ a usufruir da internet e de outros aplicativos como WhatsApp. “O fiscal tributário estadual tem um perfil diferenciado, por conta das exigências da atividade, mas mesmo assim precisamos investir para que o isolamento da pandemia não o afastasse das necessidades mais básicas como adquirir alimentos ou medicamentos”, explicou o presidente da entidade, Francisco Carlos de Assis.

A empresa global de pesquisa de mercado Euromonitor International divulgou em 2021 as principais tendências de comportamento que devem passar a afetar o consumo da população, uma delas é a intimidade dos mais velhos com compras pela Internet. Marta Ferreira Rocha, de 61 anos, por exemplo, é aposentada, mas continua trabalhando e não deixou de consumir durante o isolamento. “Como não parei de trabalhar, nunca deixei de me atualizar. Sofri um pouco com as mudanças por conta da pandemia, mas me adaptei rapidamente. Durante o isolamento fiz compras de mercado, cosméticos, roupas e outros itens pela internet”, conta. “Já usei também as compras pelo WhatsApp oferecidas pelo Shopping. Funcionou bem e foi mais tranquilo”, completa.


O Shopping Campo Grande conta com um sistema de suporte para compras on-line, com uma assistente que atende pelo WhatsApp. O serviço foi criado durante a pandemia como forma de colaborar com as vendas das lojas que tiveram que fechar momentaneamente suas portas por conta das restrições. “Algo que já era tendência e que aceleramos para dar esse apoio em um momento tão crucial da economia. Deu certo porque, além disso, o consumidor viu uma oportunidade de escolher com conforto, comodidade e segurança”, argumenta a gerente de marketing do shopping, Ana Paula Faustino. O acesso é feito pelo número (67) 99215-8326 e a assistente faz a busca dos itens nas lojas e envia fotos das opções e os valores para a aprovação do cliente, que recebe link para pagamento e escolhe a forma de entrega, se por delivery ou Drive-Thru.

O Supermercado Comper oferece a seus clientes a possibilidade de fazer compras on-line, sem a necessidade de sair de casa. Pelo site www.comper.com.br, o cliente pode escolher seus produtos e encher sua sacola. A variedade de produtos conta com bebidas, carnes, produtos de limpeza, entre outros. O pedido feito no supermercado delivery conta com entregas agendadas para quem mora nas capitais de Campo Grande, Cuiabá e Brasília. Além disso, o supermercado tem o Clique&Retire, um serviço dedicado à retirada dos pedidos on-line direto nas lojas.

Crescimento

A faixa de idosos aumenta principalmente nos países que possuem queda de nascimento e aumento na expectativa de vida. No início dos anos 1990, as pessoas com mais de 60 anos representavam 6% da população mundial; hoje, são 13%. A Organização das Nações Unidas (ONU) prevê que em 2030 esse número totalize mais de 1,4 bilhão com mais de 60 anos, ou seja, 16% da população. O Brasil passou de 7,1 milhões de idosos em 1990 para 30 milhões. Em 2030 serão 40 milhões, 18% da população.

Atendimento especializado

Antenados com esse consumidor, o Supermercado Comper e o Fort Atacadista em Mato Grosso do Sul sempre tiveram um cuidado especial com a terceira idade. Antes da pandemia era comum encontrá-los nos cafés da manhã disponibilizados nas redes do Grupo Pereira. “Mais que caixas de atendimento preferencial, temos uma preocupação especial com esse público consumidor, que tanto nos prestigia”, explica Letícia Daltoé, coordenadora nacional de marketing do Supermercado Comper.

Produtos que não são exclusivos para a terceira idade, mas garantem facilidade no consumo e manuseio são disponibilizados pelas duas redes. As frutas cortadas e saladas lavadas são um exemplo. “Muito mais que facilitar o dia a dia, quem tem dificuldade de locomoção ou de movimento pode ter acesso a alimentos saudáveis como as frutas já cortadas ou as saladas já lavadas e legumes picados, sem se preocupar em usar facas, por exemplo”, completa Letícia.

A consultoria World Data Lab estima que o poder de compra dos aposentados vai dobrar em dez anos. “Temos uma preocupação em atendê-los bem. Geralmente, eles frequentam as lojas semanalmente e conhecem alguns colaboradores pelo nome”, apontou a coordenadora regional de marketing do Fort Atacadista, Rafaellen Duarte.

Elzeni da Silva, professora aposentada, com 72 anos, cliente do Fort Norte Sul, prefere fazer as compras in loco e, antes da pandemia, costumava ir semanalmente ao mercado. “Retomei o hábito, em parte, não vou com tanta frequência, mas prefiro ver e separar os produtos que vou comprar. Confiro os preços e na qualidade, mas olhar de perto é essencial”, comenta.

Sobre o Grupo Pereira

Fundado em 1962, na cidade de Itajaí, em Santa Catarina, o Grupo Pereira celebra em 2022 seus 60 anos de história. Com 16 mil funcionários e 800 representantes comerciais autônomos nos Estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás, Santa Catarina, São Paulo e no Distrito Federal, o Grupo Pereira tem 93 unidades de negócio, sendo 28 lojas do Comper (rede de supermercados), 47 lojas do Fort Atacadista (atacarejo), sete filiais do Atacado Bate Forte (atacadista de distribuição), 10 lojas SempreFort (varejo farmacêutico) e um posto de combustível. Completando o ecossistema de soluções para o cliente, também fazem parte dos negócios do Grupo Pereira o braço logístico Perlog e o de serviços financeiros Vuon, que inclui o private label Vuon Card, com mais de 610 mil cartões emitidos, além de seguros e assistência odontológica.

Com a missão de oferecer uma experiência de compra positiva por meio de excelência no relacionamento com clientes, fornecedores e funcionários, o Grupo Pereira colabora com a sociedade por meio de diferentes programas socioambientais.



0 comentário
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
Captura de Tela 2021-01-14 às 08.39.19.p
Video.gif

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

EUsouMS 2020.png