top of page
facaseusite promo.png

Carnaval de rua em Mato Grosso do Sul mostra a força do interior

Este ano, 18 municípios do interior vão colocar os blocos na rua e realizar o carnaval. Aparecida do Taboado, Aquidauana, Corumbá, Costa Rica, Coxim, Inocência, Jaraguari, Jardim, Ladário, Miranda, Mundo Novo, Nioaque, Paraíso das Águas, Paranaíba, Ribas do Rio Pardo, Rochedo, Selvíria, Três Lagoas vão mostrar este ano a força da festa no interior do Estado. Ladário, Jardim, Aquidauana, Rochedo, Coxim e Paranaíba vão receber apoio do Governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura, que vai enviar bandas e atrações artísticas para animar a folia.




 

O diretor de cultura da Fundação de Cultura, Esporte e Lazer Professora Clarice Rondon dos Santos (Funrondon), Marcelo Mariano, explica que o município retomou o carnaval o ano passado, depois de 21 anos sem realizar a festa: “No ano passado a gente teve cinco blocos, foi muito animado. Este ano vai ter um bloquinho de crianças, está muito animado porque fazia muito tempo que eles não tinham esta festa. A cidade está muito feliz com tudo isso”.

 

Marcelo afirma que o carnaval em Coxim é para toda a família. “A festa foi muito democrática o ano passado, onde, dentro da praça do Pé de Cedro, as pessoas pegam as cadeiras de praia e vieram com as crianças, com as famílias, com os avós, e ficaram sentados curtindo o carnaval junto com a família. Em outro setor, mais perto do palco, a galera mais jovem curtindo o carnaval. Ano passado teve muita chuva e na chuva as pessoas se divertindo, as crianças fantasiadas, foi um momento ímpar. O que eu sinto é que este ano vai ser melhor ainda porque eles estão muito animados”. 

 

“O prefeito Edilson Magro é um cara que apoia muito a cultura, o esporte, todas as ramificações aqui. E muita gente vindo da região, de Alcinópolis, Pedro Gomes, Sonora, Rio Verde, São Gabriel, Costa Rica, e eu pude observar que existia todo tipo de classe social junto, então foi lindo demais, se juntou toda a população. Agora vão ser locais turísticos para quem quer fazer passeio de barco, passeio de caiaque, esportes, tudo vai acontecer nesses quatro dias, o turismo de cachoeira, para quem não quer só pular carnaval, e gente que não quer pular carnaval ter também um carnaval com retiro na natureza, contemplativo”.

 

Para Marcelo, é muito importante o apoio da Fundação de Cultura para animar o carnaval em Coxim. “É muito gratificante porque a gente sente nos encontros que a gente teve ano passado que grande maioria do interior precisa desse carinho, desse olhar, e apoia a nossa cidade a crescer culturalmente e a mostrar que o povo gosta das tradições das festas, é muito importante o apoio da Fundação”.


O presidente da Liga Independente dos Blocos Carnavalescos de Corumbá (Liblocc), Rashid Arruda Ahmad, que recebeu R$ 300 mil reais para fomentar o desfile dos blocos na Cidade Branca, disse que a importância desse recurso e da parceria com o Governo do Estado é fomentar a cultura em Corumbá, do Carnaval, que o povo ama, o maior do Centro-Oeste.


“Nos últimos anos vem crescendo cada vez mais a força dos blocos oficiais de Corumbá. Desde a pandemia a gente teve um problema de inflacionar o custo dos materiais e esse recurso nos ajuda a sanar as despesas. Fora que o recurso público ele não é só para a cultura, para o carnaval, mas ajuda a fomentar a economia local, ajuda na parte do turismo, ajuda os comerciantes, rede hoteleira, restaurantes, ambulantes. A gente acredita que este carnaval de 2024 vai ser o maior já visto aqui na história do Pantanal”.


O secretário da municipal de Cultura e Turismo de Aquidauana, Youssef Saliba, disse que o carnaval de Aquidauana este ano será realizado apenas em Piraputanga. “Já é o décimo primeiro ano que a gente realiza este carnaval, ele é muito esperado, é um carnaval que arremete aos antigos carnavais de clube, ele é feito na praça central do distrito, é totalmente aberto, totalmente de graça, ninguém paga nada, com muita segurança particular e segurança da polícia e são duas bandas que vão vir tocar, uma das bandas inclusive nós solicitamos ao Governo do Estado por meio da Fundação de Cultura. A população aqui é muito animada, porque vai muita gente ali para a praça central do distrito e são três noites e este ano terá uma matinê, nós nunca fizemos, um evento para as crianças, aí nós vamos fazer o concurso de blocos, o pessoal mais animado. Nós recebemos visitantes de Campo Grande, grande parte é de Campo Grande, de Sidrolândia, Dourados, Miranda, Bodoquena, Dois Irmãos do Buriti, nesta redondeza vem muita gente mesmo aqui para o distrito de Piraputanga”.


Segundo Saliba, o carnaval no distrito de Piraputanga tem um cunho também de atrair o turismo. “Durante a noite as festas e durante o dia, à tarde o pessoal faz os passeios, vão andar de barco, vão subir morro, vão fazer trilha, avistar pássaros, movimenta o comércio local que por vezes é muito parado, os comerciantes aqui de Aquidauana e região que vêm vender os seus produtos, é um evento para trazer sustentabilidade ao pessoal local, e as pousadas, as residências de locação, nessa época é tudo lotado, todo mundo trabalha bastante”.


Texto: Karina Lima

Fotos: Daniel Reino

0 comentário
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
LIVRARIA CAMPO GRANDE MS.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

EUsouMS 2020.png
bottom of page