EUsouMS SESSION PLANA.png
respire 6.gif
BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg

Dia da Gula: especialistas alertam sobre os riscos da compulsão alimentar

Ter o dia do lixo; chutar o balde; e enfiar o pé na jaca, são algumas expressões populares que definem bem um dos pecados capitais: a gula! No entanto, celebrada no dia 26 de janeiro, o Dia da Gula tem como objetivo conscientizar a população sobre os problemas que a compulsão alimentar pode gerar para a saúde.

O transtorno psicológico tem como principal característica a ingestão de alimentos de forma exagerada, estando ou não com fome. Segundo a coordenadora do curso de Psicologia da Uniderp, Gislene Pereira, cada caso é individual. “A origem é variada e avaliada caso a caso, mas podemos listar algumas como a ansiedade, o luto,estresse, frustrações, pois a compulsão alimentar pode funcionar como suporte emocional”, diz.


A alimentação feita de forma descontrolada gera complicações na saúde e pode causar problemas respiratórios, deficiências nutricionais, alterações cardiovasculares e diabetes, por exemplo. A professora acrescenta que é importante manter, tanto o tratamento psicológico, quanto o nutricional, para que se tenha êxito nos resultados. “As duas áreas se complementam no tratamento, já que uma objetiva a identificação da causa e busca o bem-estar do paciente, e a outra vai investigar aspectos nutricionais e orientar para novos hábitos alimentares”.

A coordenadora do curso de Nutrição da Uniderp, Danielle Miron, diz que é possível ser saudável ao mesmo tempo em que se come algumas besteiras. “Há que se buscar o equilíbrio e ter em mente que tudo que é consumido em excesso traz prejuízos à saúde”, comenta a nutricionista. O acompanhamento da especialidade garante que o paciente aprenda a se alimentar da forma correta, sem privações desnecessárias e principalmente, sem medo de engordar.

“Dietas realizadas sem a orientação adequada podem sim provocar a compulsão alimentar. Geralmente, esses cardápios são muito restritos, o que aumenta a ocorrência de situações estresse físico e emocional. Assim, se a pessoa toma a decisão de ‘jacar’ e dar uma escapada da dieta, acaba por exagerar, ingerindo quantidades muito maiores de comida e isso acaba virando um ciclo”, pontua a professora.

Confira abaixo sinais listados pelos professores, que podem ser indicativos do transtorno:

  • Comer em excesso ou ter dificuldade em parar;

  • Se alimentar muito rápido;

  • Comer escondido;

  • Estar com sobrepeso ou obesidade;

  • Se sentir mal ou culpado após a alimentação;

  • Descontentamento com a autoimagem.

UNIDERP

Fundada em 1974, a Uniderp já transformou a vida de milhares de alunos, oferecendo educação de qualidade e conteúdo compatível com o mercado de trabalho em seus cursos de graduação, pós-graduação lato sensu, mestrado, doutorado e extensão, presenciais ou a distância.


Presente no estado do Mato Grosso do Sul, a Uniderp presta inúmeros serviços gratuitos à população por meio do Núcleo de Práticas Jurídicas e das Clínicas-Escola na área de Saúde, locais em que os acadêmicos desenvolvem os estudos práticos. Focada na excelência da integração entre ensino, pesquisa e extensão, a Uniderp oferece formação de qualidade e tem em seu DNA a preocupação de compartilhar o conhecimento com a sociedade também por meio de projetos e ações sociais.


Em 2014, a Uniderp passou a integrar a Kroton. Para mais informações, acesse o site e no blog.


Por: Michelle Araujo / Ascom Uniderp

0 comentário
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
Captura de Tela 2021-01-14 às 08.39.19.p
Video.gif

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

EUsouMS 2020.png