top of page
facaseusite promo.png

Divulgados os nomes das peças de teatro selecionadas para o projeto Cena Aberta

A mostra do “Cena Aberta – Encontros Paralelos” será realizada entre os meses de agosto e setembro e os cachês variam de R$ 3 mil a R$ 6 mil.


Divulgada na última sexta-feira (4) a lista com as peças de teatro selecionadas para participar da amostra do projeto “Cena Aberta – Encontros Paralelos”. A relação dos nomes dos grupos teatrais e seus respectivos trabalhos podem ser acessados aqui ou no perfil do Instagram da Cia OFIT @ofitcia.





Ao todo, foram selecionados seis espetáculos, são eles: Des-calço – Produções 13; Destemperança 20 – Caverna do Diabo Produções; Mata Medeia (título temporário) – Karine Araújo; O grande salto – Cia. Theastai de Artes Cênicas; O que os olhos veem o coração sente – Camisa 10 e Seco – Fulano di Tal Grupo de Teatro.


Compõe o cronograma de apresentações, o espetáculo “Todo redemoinho começa com um sopro”, da Cia OFIT, com duas sessões: dias 28 e 29 de agosto, às 20h,no Teatro Glauce Rocha. Entrada gratuita e convites limitados.


Os espetáculos entram em cartaz para encenações em espaços públicos parceiros do projeto como o Sesc Cultura e UFMS, por exemplo.


A seleção dos trabalhos foi feita por meio de uma curadoria formada pelos artistas: Carin Louro - artista e produtora cultural (MS/PR); Glauber Coradesqui – artista, pesquisador e professor do IFRJ (DJ/RJ) e Laila Pulchério – produtora cultural/Circo do Mato (MS).

Seleção - A chamada pública contemplou quatro categorias de trabalho. A primeira é destinada aos espetáculos de 60 minutos ou mais - limite de 4 intérpretes - cachê de R$ 5 mil. No caso da categoria B, as peças não podem ultrapassar 60 minutos - com até 2 intérpretes - cachê de R$ 4 mil. A penúltima categoria, monólogos, conta com R$ 3 mil. A última, experimental, é voltada para trabalhos de até 30 minutos, com R$ 3 mil.


Além dos espetáculos selecionados, a mostra contempla o repertório do proponente do projeto, Nill Amaral, diretor da Cia OFIT. Neste caso, a peça “Todo redemoinho começa com um sopro” que já faz parte da programação do evento.


“Cena Aberta – Encontros Paralelos” conta com incentivo do FIC – Fundo de Investimentos Culturais, em edital promovido pela FCMS – Fundação de Cultura do Mato Grosso do Sul, órgão vinculado ao Governo do Estado. Além do apoio cultural do Sesc MS e UFMS.


Foto: Vaca Azul

0 comentário
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
LIVRARIA CAMPO GRANDE MS.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

EUsouMS 2020.png
bottom of page