top of page

Fraternidade sem Fronteiras lança Campanha de Natal pelas crianças na República Democrática do Congo

A Organização Humanitária Fraternidade sem Fronteiras (FSF) realiza a Campanha de Natal de 2022 em prol da extensão do acolhimento de crianças órfãs e em situação de rua na República Democrática do Congo, na África, pelo projeto Órfãos do Congo. A meta é alcançar R$ 1 milhão em doações e todo o recurso será destinado à construção de duas casas para abrigar 45 crianças em Bukavo e iniciar a construção de um novo orfanato em Goma para 200 crianças. As duas cidades estão localizadas ao leste do país e em uma das regiões mais atingidas pelos conflitos armados de milícias.


“Estas crianças vivem em um mundo de violência e vulnerabilidade pelas ruas da República Democrática do Congo. Os pais delas morreram em conflitos e elas estão esperançosas. Todos os dias, elas lutam para sobreviverem ao medo e à fome. A FSF quer oferecer o amparo a elas com alimentação, moradia, educação, assistência médica e segurança”, descreve Maick Mutej, coordenador do Projeto Órfãos do Congo.



São três maneiras possíveis para participar da Campanha de Natal. A primeira é com uma doação a partir de R$10 pelo link:


https://fraternidadesemfronteiras.colabore.org/natalcongo . A segunda opção é a realização de uma ação solidária de Natal direcionando as doações para o projeto Órfãos do Congo (A FSF disponibiliza uma maneira de fazer com um link personalizado que já direciona as doações para a Organização - fraternidadesemfornteiras.org.br/comemoracao- solidaria) e a terceira é sendo um padrinho ou madrinha do projeto Órfãos do Congo com o apadrinhamento a partir de R$25 por mês.


“Sabemos que a nossa meta é desafiadora e ao mesmo tempo, confiamos na união por esta corrente de fraternidade. Temos muito a fazer por essas crianças e acreditamos que é possível”, incentiva Wagner Moura Gomes, o fundador-presidente da FSF. Para mais informações: 4003-5538.


Sobre o Projeto Órfãos do Congo - desde novembro de 2021, a Fraternidade sem Fronteiras tem o objetivo de acolher crianças órfãs em situação de extrema vulnerabilidade pelas ruas da República Democrática do Congo. No primeiro ano de fundação, o projeto administrou um centro de acolhimento oferecendo alimentação, moradia, educação, assistência médica e segurança para crianças órfãs, mães e gestantes. Em outubro de 2022, a FSF inaugurou o primeiro Centro de Acolhimento com sede própria na cidade de Bukavu com capacidade para 140 pessoas. O local tem quartos e cozinha amplas e área externa para atividades recreativas e educacionais para os acolhidos. Além disso, abasteceu com água potável cerca de 2 mil residências em Bukavu beneficiando mais de 15 mil pessoas.


Realidade da República Democrática do Congo - de acordo com informações das Forças de Segurança da RDC, ao leste do país, cerca de 120 milícias estão em conflito pelo poder econômico da região que vem dos suprimentos existentes por lá. Esses conflitos atingem uma população, gerando muitas mortes e matando milhares de crianças e jovens órfãos. Eles trabalham para receber $1 por mês, vivem pelas ruas, não têm um lar, não vão à escola, não têm o que comer, nem o que vestir, não têm segurança, carinho e amor.


Sobre a Fraternidade sem Fronteiras – A FSF é uma Organização humanitária e Não-Governamental, com sede em Campo Grande (MS) e atuação brasileira e internacional, com atuação em oito países, em alguns dos lugares mais pobres do planeta, com esperança e profunda desejo de ajudar, acabar com a fome e construir um mundo de paz. A instituição possui 74 polos de trabalho, mantém centros de acolhimento, oferece alimentação, saúde, formação profissionalizante, educação, cultivo sustentável, construção de casas e ainda, abraça projetos de crianças com microcefalia e doença rara. Todos os trabalhos são aceitos por meio de doações e principalmente pelo apadrinhamento. Mais informações podem ser transmitidas pelo site http://www.fraternidadesemfronteiras.org.br

0 comentário

Commentaires


Artes Livia  (Story)-3.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

#EUsouMS POSTS-4.png
bottom of page