EUsouMS 2020.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  Sebrae orienta empresários em tempo de pandemia

BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg
  • eusoums

No Dia Mundial do Meio Ambiente, Fort Atacadista destaca ações de preservação

Divulgação | Assessoria


Coleta de resíduos, adoção de área verde e incentivo a economia sustentável estão entre as principais frentes de atuação 


Comemorado nesta sexta-feira (5), o Dia Mundial do Meio Ambiente é uma data criada para lembrar a população da importância de se preservar os recursos naturais. E com a união da população, o Fort Atacadista comemora resultados de ações de coleta desenvolvidas nos últimos meses. De setembro de 2018 até maio de 2020, foram recolhidos mais de 9,5 mil quilos de resíduos sólidos. Um resultado que deve ser celebrado e incentivado. 

Duas de suas unidades recebem materiais recicláveis e coleta de óleo vegetal em Campo Grande. As pessoas podem entregar papéis, vidros, plásticos, metais e isopor. Todo material coletado é doado às cooperativas da Capital. São recebidos materiais sólidos, como papelão, plástico, alumínio, vidro e papel branco. “Além dos pontos de coleta, existem ações de conscientização nas escolas com o projeto Recicle Mais, onde são abordados temas como separação e descarte correto de resíduos sólidos, conscientização de descarte adequado e instruções sobre onde encontrar os ecopontos e pontos de entrega voluntária”, pontua o gerente de marketing do Fort Atacadista, Celso Furtado. 


Na hora de efetuar o descarte nos pontos de coleta do Fort, a orientação é que os materiais não estejam misturados com materiais recicláveis orgânicos (sobras de alimentos, cascas de frutas e legumes). Já os papéis devem estar secos, dobrados e não amassados, e as embalagens do tipo longa vida, latas, garrafas, frascos de vidro e plástico precisam estar secos.

“O objetivo é mostrar que todos nós podemos ter cuidado com o meio ambiente e com o próximo. Incentivando essas ações, o Fort incentiva, ainda, que cada um faça a sua parte para que possamos viver em um mundo melhor”, acredita Furtado. 

Não devem ser entregues papel-carbono, etiqueta adesiva, fita crepe, guardanapos, fotografias, filtro de cigarros, papéis sujos, papéis sanitários, copos de papel, cabos de panela, tomadas, clipes, grampos, esponjas de aço, canos, espelhos, cristais, cerâmicas e porcelana. Pilhas e baterias de celular devem ser devolvidas aos fabricantes ou depositados em coletores específicos.

Sustentabilidade - Sacos usados para embalar cebolas, ao invés de serem jogados no lixo, passaram a ter serventia nas mãos de um grupo de mulheres da Capital, que transformam o material em ecobags, bolsas e lixeirinhas para carros. A ideia foi da artesã e empresária Isabel Muxfeldt. Ela criou uma linha de produtos sustentáveis cuja matéria-prima são as embalagens doadas pelo Fort Atacadista, que seriam descartadas e que agora são fonte de renda e ajudam o meio ambiente.

Isabel lembra que sempre se preocupou com a questão da destinação correta dos resíduos e pensava em uma maneira de colaborar com o futuro do planeta por meio de uma ação concreta. “Escolhemos o esse material por ser o mais resistente, mas também utilizamos embalagens de batata, laranja, big bags de açúcar, por exemplo, para criarmos outros produtos, que vão desde brindes corporativos a sacolas para congressos”, explica. 

A partir disso, ela criou a Eco Linhas, um negócio social que utiliza o artesanato como ferramenta de resgate e geração de renda para um grupo de mulheres de baixa renda do bairro Jardim Noroeste. Cada saco pode se transformar em uma ecobag ou em duas lixeirinhas para carro. A empreendedora mantém um perfil no Instagram para comercializar os itens, o @ecolinhas. 


Adoção de área - Outra ação do Fort Atacadista foi a adoção da rotatória localizada na rua da Divisão, bairro Parati, onde se situa uma de suas unidades. A iniciativa é fruto de uma parceria entre a rede e a Prefeitura de Campo Grande e visa a manutenção do espaço, contribuindo com a conservação do meio ambiente e gerando melhorias na qualidade de vida dos moradores. 


Pontos de coleta - Quem quiser colaborar com o meio ambiente deve levar seu material, seguindo as indicações, para:

Loja 170 - Coronel Antonino, R. São Borja, 586 - Vila Rica;

Loja 180 - Guanandi, Av. Pres. Ernesto Geisel, 501 - Jardim Jacy.

LIGUE 188 CVV CENTRO DE VALORIZACAO A VI
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp

© 2020 #EUsouMS 

Onde devo ir? Quem devo conhecer? Qual comida tenho que experimentar? Essas são algumas das perguntas fundamentais que nós fazemos diariamente. Com este espaço queremos mostrar para todos qual é a identidade do nosso estado. Este site surgiu com um único propósito: Ser o local de encontro e de referência da cultura, das pessoas, dos sabores e dos lugares do Mato Grosso do Sul. Por isso leia, conheça, compartilhe e viva o MS com a gente! 

Sugestão de pauta? contato.eusoums@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram