EUsouMS 2020.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  Sebrae orienta empresários em tempo de pandemia

respire 6.gif
BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg

O mundo dos unicórnios

Quero começar esse texto deixando bem claro que, até semana passada, tinha certeza que não havia um gene dentro de mim voltado aos trabalhos manuais, artesanatos e áreas afins. Mas, como dizem, quando a gente vira mãe descobre habilidades que nem imaginava.

E foi assim que me vi perdida no mundo dos unicórnios e, para piorar, no mundo da fabricação de unicórnios em EVA. Lívia fez 4 anos e cismou que a festa seria de unicórnio (festa essa que foi apenas para a família que estamos convivendo desde o início da pandemia). Enfim, em plena pandemia decidi que iria fazer toda a decoração da festa. Sim, euzinha. Eu que mal consigo embalar um presente.


Mas estava decidida e fui lá: vídeos e vídeos de tutoriais de festa, pedido de ajuda para as amigas que manjam mais do que eu no quesito decoração, uma mão cansada de tanto cortar e colar as coisas e uma vontade de que desse certo.


Afinal, as minhas melhores recordações da infância são dos períodos que antecediam os aniversários. Cada um com sua responsabilidade: uns decoravam, outros ficavam responsáveis pela comida, outros pelo doce e as crianças pela bagunça. Ninguém escapava e todo mundo ajudava. A casa respirava aniversário semanas antes e sempre dava tudo certo no fim (com um stress no meio). Foi assim que decidi fazer, pela primeira vez, o aniversário da Lívia. Com muita vontade, sem saber por onde começar, mas querendo muito que desse certo. E, posso falar? Deu mais certo do que eu imaginava.

Deu tão certo que eu, que nem sei fazer brigadeiro sem empelotar, resolvi fazer até os docinhos da festa: quase 200 (porque ser exagerada é um dom na minha família). Fiquei dias cortando EVA, uma manhã de sábado enrolando doces e arrumando as coisas. Ainda bem que meu marido, minha mãe e meus sogros me ajudaram na parte da arrumação. Cansou? Cansou muito, mas nada paga o brilho no olho da Lívia a hora que ela via cada coisinha pronta, a hora que ela viu a mesa arrumada e a felicidade dela nos parabéns.


Talvez, quem sabe, ano que vem eu não embarque nisso novamente. Quem sabe? Por enquanto não quero ver unicórnios na minha frente.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
gif eu sou ms.gif
Video.gif
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
Captura de Tela 2021-01-14 às 08.39.19.p
Para Você.jpg