top of page

Senac e Sesc formam primeira turma do Ensino Médio Integrado

A parceria entre Senac e Sesc MS, que proporcionou a ampliação da oferta educacional das instituições, por meio do Ensino Médio Integrado ao Ensino Técnico, formou sua primeira turma no último sábado (11), em Campo Grande. O projeto teve início em 2019 e proporcionou aos alunos que concluíram o ensino fundamental a possibilidade de cursar, ao mesmo tempo, as disciplinas curriculares do ensino médio e o ensino técnico em Programação de Jogos Digitais, que prepara o aluno para um mercado de trabalho em ascensão.


"Estamos muito felizes com a conclusão dessa primeira turma, que vem coroar uma parceria de sucesso, entre duas instituições que são referência em educação em Mato Grosso do Sul. O objetivo do projeto era oportunizar um ambiente onde o currículo da educação básica se integrasse ao currículo da educação profissional, para uma ação intensiva e inovadora, e que fará a diferença no futuro dos nossos jovens. E hoje, celebramos o sucesso desta iniciativa", afirma o diretor do Senac MS, Vitor Mello.


Os alunos tiveram aulas nas duas instituições, em tempo integral, com teoria e prática concomitantes. O planejamento do curso foi definido de forma integrada por profissionais das duas instituições (professores, coordenadores pedagógicos e especialistas em educação). A metodologia de ensino se baseia na utilização de tecnologias e metodologias ativas, e as aulas foram realizadas em ambientes de aprendizagem personalizados, que proporcionaram o desenvolvimento da criatividade, inovação e empreendedorismo. O certificado de conclusão do curso tem a assinatura do Sesc e do Senac.


Para a diretora do Sesc MS, Regina Ferro, o projeto foi uma ideia inovadora, de aliar o ensino dos jogos digitais ao ensino médio regular, com excelentes resultados ao longo dos anos. "Percebemos uma evolução muito grande dos alunos com essa interação, desde o aprendizado em sala de aula até a desenvoltura, a melhora na comunicação. E mesmo com as dificuldades encontradas, principalmente pela pandemia, podemos colher um resultado positivo, principalmente em relação às competências adquiridas por esses jovens", diz.


A proposta do ensino integrado aprimora o currículo central, com uma série de estações que complementam o conhecimento necessário para preparar o jovem para os desafios do futuro do mundo do trabalho e da nova economia digital. Ao longo dos três anos de curso, o objetivo foi inserir o aluno nesse meio, trabalhando conceitos de startups, inovação e de empreendedorismo, com eventos que insiram os jovens nesse contexto, que já é realidade em muitos países e que em breve chegará de vez no Brasil.

0 comentário

Comments


Artes Livia  (Story)-3.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

#EUsouMS POSTS-4.png
bottom of page