EUsouMS 2020.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  Sebrae orienta empresários em tempo de pandemia

BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg
  • Divulgação | SESC/MS

Sesc Encena leva ao Teatro Prosa o show “Fronteiras”, com Thamires Tannous, e bate-papo sobre música


Em agosto o Sesc Encena traz para Campo Grande a cantora e compositora Thamires Tannous em show inédito na cidade: Fronteiras. O show é uma viagem pela musicalidade fronteiriça, em que Thamires vem acompanhada de grandes músicos. O show “Fronteiras” começa às 20 horas do dia 03 de agosto, sexta-feira, os ingressos são gratuitos, mas é preciso retirar com pelo menos uma hora de antecedência, porque estão limitados à lotação do espaço, que é de 236 lugares.

O projeto “Fronteiras”, que surgiu em 2016, resgata a música originada nas fronteiras do Brasil com o Paraguai e Argentina, com Thamires ao lado de Mateus Porto (violão), Neymar Dias (viola caipira) e Sergio Reze (bateria). Ponto de encontro entre o bucólico e o urbano, a apresentação traz arranjos inéditos e modernos, provenientes da mistura cultural e timbrística criada pelo grupo. Um passeio por ritmos como o chamamé, a chacarera, a guarânia, a milonga e a música caipira.

No repertório, canções de Thamires Tannous, Vitor Ramil, José Asunción Flores, Jorge Fandermole, Luiz Carlos Borges, Almir Sater e Alegre Corrêa. Thamires Tannous Cantora e compositora, seu estilo mistura a herança musical de sua cidade natal, Campo Grande (MS), com a música contemporânea brasileira.

Bate-papo – No sábado, 04, às 15 horas, Thamires e o músico Mateus Porto participam, no Sesc Cultura, do bate-papo Música ao Sul: fronteira Argentina, Uruguai, Paraguai e sul do Brasil. Será momento de falar sobre os ritmos musicais desses países, a ideia de fronteira, heranças culturais e a identidade musical, costurado por audições e exercícios musicais práticos, trazendo suas características históricas e seus desdobramentos atuais. Ritmos como a milonga, a polca, a guarânia, o chamamé, a zamba e a chacarera. Os participantes vão escutar e participar de exercícios em que aprenderão a identificar os principais aspectos rítmicos destes gêneros, bem como suas características históricas e seus desdobramentos atuais.

Momento enriquecido pela vasta experiência de seus condutores que se uniram no projeto Fronteiras com uma vontade em comum: incorporar em seus trabalhos artísticos as raízes musicais de suas terras de origem, o Pantanal e o pampa gaúcho. Mateus Porto é compositor, violonista e guitarrista. Natural de Pelotas – RS e vivendo em São Paulo desde 2014, Mateus é bacharel em violão pela Universidade Federal de Pelotas e, no primeiro semestre de 2018, lança seu primeiro disco, intitulado “Canto”.

Compositora e cantora, Thamires, que é natural de Campo Grande, vem ganhando reconhecimento artístico em todo o território nacional e também internacional, tendo recebido prêmios importantes como o “Prêmio Grão de Música”. Atualmente, integra o projeto Fronteiras, e está gravando seu segundo disco, produzido pelo violonista austríaco Michi Ruzitschka.

A cantora traz em sua bagagem a música caipira, com ritmos locais como o Chamamé e a Guarânia, além da música brasileira proveniente de outros lugares do país, como o baião, o forró e o ijexá. Neta de libaneses, também conta com forte influência da cultura árabe, usando em suas composições percussões, violinos, acordeons. Sua música atual é resultado deste ambiente de misturas e influências culturais ricas e distintas. “Sou semente brasileira germinada em territórios diversos”, diz a cantora. Ao longo de sua carreira, Thamires recebeu prêmios, como o de melhor intérprete no Festival da Canção de Botucatu, em 2011, e o Prêmio Grão de Música, com sua música em parceria com Luiz Tatit, “JÁ DEU”!.

Serviço – O Sesc Cultura está localizado na Avenida Afonso Pena, nº 2270. O Teatro Prosa do Sesc Horto está na rua Anhanduí, 200. Acompanhe a programação do Sesc no site sesc.ms

#diversão

LIGUE 188 CVV CENTRO DE VALORIZACAO A VI
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp

© 2020 #EUsouMS 

Onde devo ir? Quem devo conhecer? Qual comida tenho que experimentar? Essas são algumas das perguntas fundamentais que nós fazemos diariamente. Com este espaço queremos mostrar para todos qual é a identidade do nosso estado. Este site surgiu com um único propósito: Ser o local de encontro e de referência da cultura, das pessoas, dos sabores e dos lugares do Mato Grosso do Sul. Por isso leia, conheça, compartilhe e viva o MS com a gente! 

Sugestão de pauta? contato.eusoums@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram