top of page
facaseusite promo.png

Comunidade Tia Eva vira palco do Sarau no Parque

O Dia da Consciência Negra, 20 de novembro, foi celebrado com muita arte e discursos potentes de lideranças de movimentos antirracistas da Capital.


A principal rua da Comunidade Tia Eva foi palco para o Festival Sarau de Cidadania e Cultura no Parque no domingo, 20 de novembro, data em que se celebrou o Dia da Consciência Negra. Com uma programação repleta de atrações culturais e a presença de lideranças da comunidade e de movimentos ligados ao combate ao racismo, o evento animou a galera e trouxe à cena as pautas ligadas às questões de desigualdade racial.


Em um ambiente culturalmente movimentado, moradores da Comunidade Tia Eva e região tiraram à tarde para celebrar a riqueza da cultura afro-brasileira e, também, levantar discussões importantes sobre o empoderamento da população negra no âmbito profissional e pessoal.



Para Ronaldo Jeferson da Silva, presidente da Associação dos Descendentes de Tia Eva, o Sarau no Parque veio dar mais potência às vozes da comunidade que busca resgatar suas raízes culturais de matriz africana.


“Tem uma importância muito grande ter um momento cultural dentro da nossa comunidade em um dia tão emblemático para nós, negros. E, no Dia da Consciência Negra, a gente vê aqui linguagens que tem haver com a negritude, como a percussão, a cultura hip hop, o samba, os contos africanos. Uma infinidade de representações que surgiram de artistas negros”, pontua Ronaldo que espera que o projeto perpetue, “espero que o Sarau no Parque tenha continuidade, pois a gente vê na pessoa do Romero essa preocupação de não só levar a cultura, mas, de fomentar a arte que já vem sendo produzida pelas comunidades, ou seja, tem essa preocupação de valorizar o que é da casa”.


Um trabalho que foi iniciado no mês de julho e já percorreu os quatro cantos de Campo Grande com o intuito de democratizar o acesso à cidadania e a cultura. E, nessa 20ª edição o Sarau no Parque chegou à Comunidade Tia Eva com a missão de celebrar a contribuição dos povos africanos que desde que desembarcaram no Brasil tanto têm contribuído culturalmente e, no entanto, por séculos, foram negligenciados.


“Nós precisamos fazer reparação histórica e recontar as histórias do Brasil. Sabemos que os relatos mostram que a Tia Eva já fazia resistência em Campo Grande antes mesmo da história de José Antônio Pereira. Contudo, esse fato precisa ser relembrado, recontado e ele só será recontado quando a gente ocupar os espaços públicos com eventos como o Sarau no Parque. Um projeto muito simples que leva arte, cultura e cidadania para todos os parques e praças da Capital, a fim de promover a troca de vivências e evidenciar as múltiplas identidades que compõem a nossa cidade e, também, o nosso MS”, afirmou Eduardo Romero, secretário de Estado de Cidadania e Cultura (Secic).


Animaram o evento artistas como Grupo de Percussão Tia Eva, Paulo e Pedro (sambistas mirins); Renato Jackson (Black Music); Grupo de Dança Suzana Leite - Unidade Jardim América; Grupo Sarará Kriolo; Monteiro Zátula (Declamação de Poesia); Grupo de Capoeira Poro da Barra; DJ Larckye; Grupo Ubu (Teatro); Nathy Trancista (Oficina de Tranças Afro); Bethynho Show; Cristine Wutzke (contação de história); Liga All Style. Além dos estandes do Projeto Amor em Ação, Chavosa Store; Jaiminho (Literatura); Centro de Cultura e Educação Tia Eva (Oficina reciclagem óleo de cozinha/produção de sabão ecológico); Artesanato Povos Originários (Tradições Indígenas); Cidadania Viva (Práticas Educomunicativas)


Desde brincadeiras de criança, como pular corda, até o bom samba no pé, era possível ver a população se divertindo, conversando e participando das inúmeras atividades propostas pela produção do Sarau no Parque. Uma verdadeira festa popular.


Agora, o Sarau no Parque desmonta a sua estrutura para seguir viagem. Dessa vez, rumo ao bairro Universitário onde será realizada a próxima edição, no dia 27 de novembro, próximo domingo. O projeto é uma realização da Secic, com apoio da FCMS - Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, ambas instituições do Governo do Estado.


Outras informações do evento você confere pelo Instagram e Facebook: @saraunoparquems.

0 comentário
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
LIVRARIA CAMPO GRANDE MS.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

EUsouMS 2020.png
bottom of page