top of page

Transformação digital impulsiona economia e exige novo perfil profissional

A transformação digital tem impulsionado diversos setores da economia desde o início da pandemia de covid-19. O levantamento Latin American Digital Transformation Report 2021 mostra que as empresas digitais representavam 0,9% do total de companhias no país em 2015, mas que, em 2021, esse índice passou para 4,5%. Além disso, a pesquisa indica que em 2025 um quarto do Produto Interno Bruno (PIB) do mundo virá da economia digital.


A velocidade com que o mercado está mudando, porém, tem criado um descompasso de mão de obra qualificada na área. De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), o Brasil forma 46 mil pessoas com perfil tecnológico por ano, o que não é suficiente para atender a demanda. A associação estima um déficit anual de 24 mil especialistas em áreas como desenvolvimento de software, ciência de dados e engenharia de dados.



Atenta a esse cenário, a Kroton, detentora da Anhanguera, estabeleceu uma parceria com a Meta para oferecer conteúdos complementares certificados para alunos do Academia Tech - pool de 19 cursos em Tecnologia da Informação para o ensino superior lançado pela Anhanguera.


Os conteúdos são disponibilizados por meio da plataforma Blueprint da Meta, uma ferramenta de design thinking que mapeia interações de prestações de serviços em geral e auxilia na padronização de ações e interatividades, encontrando gaps e criando propostas de valor mais atraentes para o mercado digital. Os conteúdos são divididos por meio de trilhas e treinamentos aprofundados, que ampliam o potencial dos usuários, com módulos sobre Cibersegurança, Inovação Educacional, Privacidade de Dados e projetos sobre Marketing Digital.


“Enquanto algumas profissões estão desaparecendo, novas carreiras estão surgindo, especialmente na área de tecnologia. Com o Academia Tech, oferecemos cursos inovadores, com alta qualidade de ensino e condizentes com a necessidade do mercado. Além disso, todos os cursos foram listados como profissões de alta demanda para os próximos anos, segundo rankings e pesquisas de instituições reconhecidas como LinkedIn, Google e Robert Half Technology”, afirma Rafael Ribeiro de Freitas, Gerente de Inovação e Novos Negócios da Kroton, detentora da Anhanguera.


Para a criação do Academia Tech, foram entrevistadas mais de 10 empresas do segmento de tecnologia para entender as lacunas entre o recém-formado x profissional mais preparado para o mercado. Esse benchmarking permitiu criar uma grade curricular alinhada às necessidades dos empregadores, garantindo que o aluno aprenda, desde o primeiro semestre, os desafios reais do mercado de trabalho.


Confira a lista de cursos do Academia Tech:


1. ENGENHARIA DE SOFTWARE

2. PROCESSAMENTO DE DADOS

3. BLOCKCHAIN, CRIPTOMOEDAS E FINANÇAS NA ERA DIGITAL

4. TECNOLOGIA EM JOGOS DIGITAIS

5. GESTÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

6. GESTAO DE SISTEMAS DE INFORMACAO

7. SISTEMAS PARA INTERNET

8. REDES DE COMPUTADORES

9. COMPUTAÇÃO EM NUVEM

10. INTELIGÊNCIA DE MERCADO E ANÁLISE DE DADOS

11. ARQUITETURA DE DADOS

12. CIÊNCIA DE DADOS

13. CIBERSEGURANÇA

14. ANÁLISE E DESENVOLVIMENTO DE SISTEMAS

15. MARKETING DIGITAL

16. DEVOPS

17. DESENVOLVIMENTO WEB

18. DESENVOLVIMENTO BACK END

19. DESENVOLVIMENTO MOBILE

0 comentário

Comments


Artes Livia  (Story)-3.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

#EUsouMS POSTS-4.png
bottom of page