EUsouMS SESSION PLANA.png
respire 6.gif
BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg

Checklist da saúde: saiba quais exames devem ser realizados periodicamente

Manter uma rotina de cuidados com a saúde é fundamental para uma vida de qualidade. A prática de exercícios físicos e alimentação saudável, aliados aos exames de rotina são imprescindíveis para o bom desempenho das funções corporais. O acompanhamento médico regular auxilia na identificação de patologias na fase inicial, havendo mais chances de tratamento simples.


Independentemente de idade, sexo ou condições físicas, cuidar da saúde é essencial. Os Check-ups são iniciados normalmente a partir dos 35 anos, mas essa média pode variar de acordo com o histórico do paciente. “Doenças que ainda não tenham manifestado sintomas, podem ser descobertas em estágios já avançados, o que diminui a chance de cura. Dessa forma, o acompanhamento clínico é fundamental para prevenir o aparecimento e agravamento das patologias”, explica o cardiologista e professor do curso de Medicina da Uniderp, Carlos Eduardo Zanoni.

Portanto, fazer uma avaliação médica detalhada é uma das etapas que contribuem para atestar que a saúde esteja em dia e o momento oportuno para tomar providências em caso de descoberta de enfermidades.

Especialistas orientam que o ideal é ir às consultas uma vez por ano, mas essa média pode variar a depender das condições clínicas de cada paciente. “Muito se fala em prevenção quando ouvimos sobre check-up, mas vale ressaltar que a avaliação preventiva também pode evitar a realização de procedimentos desnecessários na hora da emergência”, enfatiza o especialista.

Carlos Eduardo alerta quanto ao cuidado redobrado para quem pertence ao grupo de risco. “O check-up é uma garantia de segurança, sendo capaz ainda de “rastrear” novas anomalias e todos, seja qual for a idade e sexo, devem realizá-lo. Fumantes, pessoas com histórico de câncer, doenças cardiovasculares e doenças crônicas, indivíduos com colesterol alto e pacientes com problemas na tireoide devem se atentar ao período entre uma avaliação e outra, sendo rigorosos na realização dos exames solicitados pelo médico e seguindo as orientações do especialista para uma vida saudável”, completa.

Abaixo, o cardiologista cita os tipos mais comuns de exames prescritos durante uma consulta de rotina:

  • Exames laboratoriais com amostras de sangue, fezes e urina;

  • Avaliação psicológica;

  • Monitoramento de vacinas

  • Exames cardiológicos;

  • Exames respiratórios;

  • Exames oftalmológicos;

  • Exames de imagem para áreas diversas;

  • Exames de mama e colo de útero;

  • Exames urológicos. No caso das mulheres, o acompanhamento ginecológico não pode ser negligenciado. Isso porque podem ser acometidas por infecções identificadas em avaliações específicas. E é aí que entra o monitoramento do aparelho reprodutivo, que pode constatar com brevidade os casos de miomas, tumores, alterações intestinais e câncer de mama. Os homens também devem realizar procedimentos peculiares como o toque retal, feito pelo urologista; e a dosagem de PSA, um exame de sangue que pode apontar alguma alteração na próstata.

0 comentário
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
Video.gif

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

EUsouMS 2020.png