EUsouMS SESSION PLANA.png
respire 6.gif
BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg

Entre Palavras: como e onde publicar o meu primeiro livro?


Foto de Perfecto Capucine no Pexels

Duas das perguntas que as pessoas mais me fazem é sobre como publicar livros digitais através da Amazon e se os livros publicados por lá podem ser lidos apenas nos dispositivos Kindle, por isso achei importante compartilhar com vocês algumas informações sobre autopublicação e a minha própria experiência com a plataforma. Vem comigo!


Apesar de ter feito o meu primeiro lançamento apenas em 2020, o desejo de ver o meu nome estampado na capa de um livro foi despertado em 2006, época em que conheci a autora Maria Trindade Vieira do Amaral e recebi de suas mãos um dos itens mais preciosos da minha biblioteca: o livro Maria: substantivo incomum. Foi naquele momento, no trajeto de ônibus do Parque dos Poderes para a minha casa, que descobri que era sim possível publicar um livro de forma independente, sem a necessidade do aporte de uma grande editora.


No entanto, demoraria ainda 12 anos para que eu tivesse a coragem de reunir e organizar os meus poemas para iniciar o projeto do livro Reencontro, no qual contei com o apoio de três amigos muito queridos: Igor Santos, responsável pelo Prefácio deste livro, Lair Rodrigues, que produziu a capa do projeto, e Rodrigo Kruppa, que teve a gentileza de fazer a revisão do mesmo.


É necessário pontuar que, apesar de ciente da possibilidade de fazer a publicação de livros através da Amazon, ainda não sabia muito bem como isso poderia ser feito, e é neste ponto que entra a importância do coletivo literário Um Tinteiro, e da convivência com outros escritores em minha trajetória. Foi através do coletivo que tive contato com escritoras independentes com maior experiência de autopublicação e pude acompanhar o processo de lançamento do livro Os Contos que Canto, do meu amigo e co-fundador do Um Tinteiro, Daniel Possari.

Foto de Ana Bissacot – Arquivo Pessoal

A autopublicação pode parecer uma prática desafiadora em um primeiro momento, devido a todas as etapas que devem ser concluídas e as dúvidas que surgem ao longo do processo, mas pode garantir maior liberdade e poder de escolha para conduzir o seu projeto literário exatamente da forma como você deseja, desde a escolha da capa de seu livro e estratégias de divulgação, até a precificação e remuneração do seu trabalho.


Neste ponto, a Amazon se destaca como a melhor opção para escritores iniciantes e autores independentes pelas facilidades que proporciona no processo de publicação, como ferramentas de diagramação e produção de capas de forma intuitiva e otimizada para a plataforma, e a segurança de servir como um registro de autoria de sua obra a partir da publicação.


É importante ressaltar que o Kindle Create, ferramenta de diagramação disponibilizada pela Amazon, atua como o maior aliado dos escritores independentes. Disponível para download tanto para computadores com sistema Windows quanto para os com sistema da Apple, a ferramenta possibilita que você configure facilmente o seu livro com diversos recursos pré-textuais – como Copywrite, Dedicatória, Introdução, Prefácio, Prólogo, entre outros – e pós-textuais – como Epílogo, Sobre o Autor, Lista de Personagens, Livros do Autor, entre outros. Além disso, a ferramenta também permite que você personalize as páginas de início dos capítulos, faça a paginação do seu livro, insira fotos e prepare o documento final de forma otimizada tanto para leitura em dispositivos e aplicativos Kindle quanto para impressão.


Falando sobre a disponibilidade de leitura oferecida pela Amazon, além dos dispositivos Kindle, o e-reader da marca, os livros publicados na plataforma também podem ser lidos em qualquer smartphone ou tablet Android ou Apple, através do aplicativo Kindle. Só sucesso!


A remuneração oferecida pela Amazon, os famosos royalties, também é a mais vantajosa que eu conheço. Enquanto a maioria das editoras oferece, por padrão, uma taxa de 10% em cima das unidades vendidas – mas que pode chegar a absolutamente 0% de acordo com o contrato firmado entre as partes –, a Amazon oferece duas formas de remuneração: 35% ou 70% dos royalties de sua obra, a depender da forma de distribuição que você escolhe. Mais informações sobre o assunto aqui.


Foto de creativeart no Freepik

Mesmo com todas essas informações, às vezes o processo de preparação e publicação do primeiro livro pode ser confuso e desafiador devido à inexperiência, o que faz com a gente se sinta perdido e sem saber muito bem por onde começar. Portanto, se você pretende publicar um livro de forma independente, aqui vão algumas dicas preciosas, que podem te ajudar muito na hora de preparar, publicar e divulgar o seu livro:


Comece pelo básico: a preparação do conteúdo do seu livro. A forma mais eficaz de fazer isso é utilizar o Word ou um Documento no Google Drive. Ambas as ferramentas vão te ajudar a fazer uma revisão ortográfica básica no seu texto, e você poderá ter uma noção de número de páginas e ordem dos capítulos ou poemas.


Informe-se! Acesse o site do Kindle Direct Publishing e leia atentamente a sessão de ajuda. Lá você poderá tirar todas as suas dúvidas sobre autopublicação, modalidades de pagamento de royalties, precificação e distribuição dentro da plataforma.


A curiosidade é a sua maior aliada. Instale o Kindle Create, faça o upload do arquivo .doc (Documento do Google Drive) ou .docx (Word) e verifique todas as possibilidades de configurações e elementos pré e pós-textuais que você deseja inserir no seu livro.


A pressa é inimiga da perfeição. Sim, eu sei, muita gente por aí diz que “feito é melhor do que perfeito”, mas é necessário ter calma e respeitar os processos para que você não precise ficar fazendo atualizações no arquivo do seu livro após a publicação. Revise as configurações e o arquivo final do seu livro tantas vezes quanto for necessário para que você se sinta seguro com relação ao que está publicando.


Aprenda com as experiências de outras pessoas. Procure conhecer e se relacionar com outros autores, ouvir suas experiências e pedir ajuda caso sinta necessidade. Quase todos os escritores que eu conheço são muito parceiros e estão super abertos ao diálogo e à troca de experiências. A coletividade pode fazer a diferença de forma muito positiva na sua jornada.


Cuidado com Direitos Autorais e de uso de imagem. Vejo muitos escritores utilizando a imagem de atores, artistas e personalidades públicas na divulgação dos seus livros. Essa prática não é recomendável pois pode fazer com que você tenha problemas no futuro. Existem diversos bancos de imagens gratuitos que você pode utilizar para construção da divulgação do seu livro e solicitam apenas a devida creditação dos materiais. Os que eu mais utilizo são o Pexels e o Freepik.


Conheça e experimente diversas plataformas de publicação. Existem outras plataformas e sites de publicação literária que você pode explorar antes de publicar o seu livro. Comunidades como o Medium, o Wattpad e o próprio Instagram estão repletos de leitores ávidos por conteúdo literário, e são ótimos locais para encontrar leitores e descobrir o melhor formato de escrita e publicação para você.

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
Captura de Tela 2021-01-14 às 08.39.19.p
Video.gif

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

EUsouMS 2020.png