EUsouMS 2020.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  Sebrae orienta empresários em tempo de pandemia

respire 6.gif
BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg

Mulher

Oi, leitores lindos! Hoje quero falar com vocês um papo sério, que talvez alguém já falou, mas é sempre importante lembrar. 

Quando criança eu sempre usei roupas largas porque era muito gordinha. Achava que roupa mais colada, ou melhor, roupa mais feminina, não ficava legal em mim por conta do meu corpo. 

Meu corpo começou a mudar aos 12 anos. Nessa idade eu passei de baixinha para altinha. Simplesmente cresci, com isso emagreci um pouco e comecei o processo de mudança da forma de me vestir. 


Lembro que uma vez estava com calça e uma blusa mais colada e fui ao “orelhão”, lembram disso? E, tinham vários homens sentados perto e começaram a mexer comigo. Eu parei de fazer telefonemas naquele local. Tinha outro na frente de casa e eu morria de vergonha de ir lá. 


Anos passaram e a forma como eu passei a me vestir mudou muito. Eu me transformei em outra mulher depois da minha primeira internação. Passei a usar vestidos, decotes, saltos, saias, maquiagens. Ou seja, comecei a chamar mais atenção. 


Nessa mesma fase passei a ir em baladinhas e barzinhos. Hoje comecei a relembrar uns fatos. Vamos lá: 


Quero deixar claro que não estou enalteceu minha beleza, (deveria, mas não estou) hahaha... 


Sempre tinha um homem para mexer. Sempre tinha um homem para “encher o saco” e não deixar curtir. Lembro das vezes que uns caras ficavam tanto no meu pé, que tive que mentir que era namorada de amigas. E ao contrário também, já tive que “salvar” amigas, fingindo ser namorada delas. Isso te parece normal?


Pois é... Isso foi apenas um simples exemplo. Coisa que pode acontecer diariamente. Agora vamos falar outros fatos. 

Mulher não é sexo frágil. Mulher é um ser iluminado. É um ser forte. Uma leoa. Uma força da natureza. Da a luz. Cuida de vidas. Se abdica de milhares de coisas para ser mãe, para receber essa dádiva. Mulher é mãe. Mãe é paz. 

Partindo do pressuposto que mulher é mãe e mãe é paz, porque as mulheres são tão perseguidas? 


A gente não pode andar sozinha na rua à noite. Não podemos usar um aplicativo de viagem de madrugada sem compartilhar nossa localização com alguém, por medo. Não podemos ter cargos superiores aos homens porque não é “normal”. Não podemos ter nossa independência, porque somos julgadas. Não podemos ter voz, falar o que pensamos abertamente, porque o julgamento é grande. Não podemos vestir uma saia curta que está pedindo para o homem assedia-lá. Não podemos colocar um decote porque vai parecer vulgar. Não podemos usar um biquíni fio dental porque quer chamar atenção na praia. Não podemos ser livres porque não serve para casar. E assim vai...


Acredito que algumas coisas estão em processo de mudança. Mas isso demora muito. Nossa sociedade ainda, infelizmente, é muito machista. E ao contrário do que muitos ignorantes dizem machismo não é o contrário de feminismo. Machismo é algo abominável. Algo que não podemos mais admitir. Não podemos mais abaixar a cabeça. Não podemos mais aceitar isso, temos força, união e voz. Vamos conseguir. 


Feminismos é a união das mulheres. Seja elas como forem. Mulher essa de verdade, a que rala o dia todo fora de casa ou dentro. Mulher que corre atrás dos seus sonhos. Mulher que tem resiliência. E mais; mulheres que já foram destruídas e se reconstruíram. Todas nós estamos juntas em uma luta de fortalecimento e união. 

Não podemos nos calar perante uns absurdos que vem acontecendo. Perante relacionamento abusivos. Perante pressão psicológicas. Perante estupro. Perante a uns homens que não entendem a palavra: NÃO. Que quando a partir do momento em que a mulher fala não, ele não pode fazer nada. E mais, se a mulher estiver em um estado vulnerável é não. Não dá para defender e entender homens que não entendem isso.


Encerro esse texto com a minha maior indignação: NÃO EXISTE ESTUPRO CULPOSO. E tantas milhares de mulheres que já sofreram abuso (tenho certeza que você conhece alguma), que tenha força, que tenha coragem, que a lei te apoie, e saiba; a culpa não é sua. Ninguém pede para ser estuprada. A CULPA NUNCA É DA VÍTIMA. 


Espero que minha indignação desperte a sua também, seja você homem ou mulher. E que, fique claro de uma vez por todas, que mulher não é objeto, mulher é um ser para ser amado e respeitado! 


Até semana que vem! 

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
gif eu sou ms.gif
Video.gif
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
Captura de Tela 2021-01-14 às 08.39.19.p
Para Você.jpg