EUsouMS 2020.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  Sebrae orienta empresários em tempo de pandemia

respire 6.gif
BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg

#EUsouMS Entrevista: Diego Boeno

Hoje o #EUsouMS Entrevista Diego Boeno, natural de Rio Brilhante, o tatuador e músico, conta um pouco da sua história e da nova fase do seu trabalho. À partir de hoje, 05 de abril, o tatuador inaugura seu novo estúdio “Boeno Tattoo”, na rua Vitório Zeolla, 379 no bairro Carandá Bosque, em Campo Grande.


#EUsouMS - Primeiramente conta pra gente um pouco da sua história, quando foi o seu primeiro start para a tatuagem, quando começou a desenhar e quando teve o real estalo “tá aí, é isso que quero fazer”?


Meu primeiro contato com a tatuagem foi muito cedo. Eu tinha uns 12 anos, fui ao um fliperama que tinha em minha cidade e lá, vi um tatuador riscando o dono do local. Fiquei chocado com aquilo. Eu nunca tinha visto e nem tinha ouvido aquele som da máquina de tattoo. Foi lindo. Fiz uma tatuagem escondido quando tinha uns 14 anos, aquelas de revista.


Minha família é metade evangélica e metade católica e não gostavam muito de tatuagem, até hoje alguns não gostam, principalmente minha mãe.


Em 2006 entrei para Artes Visuais na UFMS, e ali comecei a entender melhor o mundo artístico, evolução, construção e execução.


Viver em Campo Grande, fazer faculdade pública, tocar em bandas, trabalhar em shopping parecia super maneiro, mas não dava dinheiro. Eu precisava de algo mais.


Conheci uma galera que era do ramo da tattoo, comecei a interagir e a frequentar alguns estúdios. Conheci também grandes nomes da tattoo de Mato Grosso do Sul e tive o prazer de trabalhar como atendente e aprendiz de alguns deles.


Em 2013 uma cliente do estúdio que eu trabalhava me perguntou se eu topava tatuar a namorada dela e de início eu fiquei com medo! Mas elas insistiram para que eu fizesse pelo menos o desenho.


No outro dia montei uma bancada com as máquinas e tinta e fiz uma tattoo em mim, que não ficou muito legal... (risos) Mas as clientes gostaram tanto e queriam uma tattoo minha de qualquer jeito. Criei coragem e fiz e foi uma sensação ímpar... Foi sensacional e a tattoo ficou fina, delicada... perfeita. E era uma cobertura de cicatriz.


Depois disso, fiz um curso de micropigmentação e descobri que tinha a facilidade de executar traços finos e delicados.


Em 2014 comecei oficialmente minha carreira com grandes incentivos de amigos tatuadores. Comprei minha primeira máquina graças ao meu tio Boeno. Logo depois comecei a desenvolver a arte da tattoo e meu sogro, Jorge, e minha esposa, Natália, investiram nesse meu sonho.


Eu tinha acabado de ser pai e precisava de um norte. Com certeza e a tatuagem me acolheu.


#EUsouMS - Você trabalhou muitos anos em um dos principais estúdios do estado. Como foi esse processo. Como você acha que isso contribuiu pra a sua evolução profissional?


Trabalhei por muitos anos com vários tatuadores em Campo Grande. Os últimos seis anos foram muito especiais, pois tive o prazer de trabalhar lado a lado com meu amigo, Kallel, em sua loja. Lá, aprendi muito, não só complementei o que eu já sabia, mas também técnicas, e modos de um jeito mais sério de trabalhar. Isso me ajudou a catalisar todas essas informações e construir o que eu sou hoje.


#EUsouMS - Quais são as suas maiores influências?

Minhas maiores influências estão dentro do estilo blackwork e fineline.


#EUsouMS - Como você define o seu trabalho hoje?

Um modo de vida. Respiro e transpiro minha arte, mas sempre estou aberto a novas emoções. O estudo nunca acaba, você sempre tem mais a aprender.


#EUsouMS – Em meio a pandemia todos os artistas, de alguma maneira, foram afetados. Como está desenvolvendo o seu trabalho? Mudaram alguns protocolos?


Olha, no meu ramo já tínhamos vários protocolos de segurança e limpeza e a pandemia só fortaleceu mais.


No caso dos clientes, tive um aumento na procura, principalmente do pessoal mais experiente, galera da terceira idade, mas também perdi muito cliente jovem que depende de estágio.


Os protocolos de segurança funcionaram, pois na loja onde trabalhei ninguém contraiu a COVID 19.


Acredito que de agora em diante, teremos que fazer nossa parte sempre. Precisamos nos cuidar, cuidar do outro, pois temos uma responsabilidade pela frente para que a vida continue, só quem já perdeu alguém sabe a dor.


#EUsouMS – Em todos esses anos de trabalho alguma tatuagem te marcou de uma maneira especial?

Todas acabam me marcando, desde um microcoração até uma tatuagem nas costas inteiras. Acredito que cada tattoo tem uma história e cada cliente é uma peça do meu quebra-cabeças.



#EUsouMS – O seu estilo mais marcante é o pontilhismo e você é um dos grandes destaques nesse estilo. Como você descobriu essa vertente da tatuagem?

Sempre gostei desse estilo. É preciso ter muita paciência e criatividade. Tive várias influências, principalmente de artistas europeus, dos estilos tribais e indígenas e também gosto muito dos estudos de geometria sagrada e padrões geométricos.

#EUsouMS – Após uma longa caminhada você está abrindo o seu próprio espaço. Qual a grande mudança que você está sentindo?


Um misto de vários sentimentos: liberdade, ansiedade, felicidade, criatividade e amor. Um sonho que se realiza... “Vamos viver nossos sonhos, temos tão pouco tempo”

#EUsouMS – Como foi esse processo de mudança. Conta para os nossos leitores um pouco mais sobre a inauguração do seu novo ponto.

Nos últimos tempos sentia que precisava de novos desafios, estava dentro de uma rotina automática e a pandemia veio a fortalecer mais as ideias. Estudei muito, li e rezei para buscar forças e consegui fundos para esse investimento.


Com isso, apareceu um lugar perfeito que se encaixou no meu projeto de loja, sempre idealizei algo mais clean e reservado para um atendimento mais exclusivo.


Abrir um negócio em meio uma crise no Brasil? É loucura, né? Acredito que um pouco de loucura também faz bem. Eu voltei a ter essa experiência do atendimento com o cliente, o que está sendo muito legal... Estou recebendo muito carinho e atenção, tanto dos clientes mais antigos quanto dos novos e estou pronto pro que der e vier...


Só peço muita saúde e serenidade para enfrentar a batalhas que estão por vir.


Convido você a conhecer meu trabalho, e participar dessa história junto com Boeno Tattoo.


#EUsouMS – Qual pergunta você gostaria que a gente fizesse e não fizemos?


Qual o nome da minha banda favorita? R: Facas Voadoras


Boeno Tattoo

Endereço: Vitório Zeolla, 379 Carandá Bosque - Campo Grande / MS

Orçamentos WhatsApp (67) 9 9108-1416 ou Direct Message @boenotattoo


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
gif eu sou ms.gif
Video.gif
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
Captura de Tela 2021-01-14 às 08.39.19.p
Para Você.jpg

© 2021 #EUsouMS 

Onde devo ir? Quem devo conhecer? Qual comida tenho que experimentar? Essas são algumas das perguntas fundamentais que nós fazemos diariamente. Com este espaço queremos mostrar para todos qual é a identidade do nosso estado. Este site surgiu com um único propósito: Ser o local de encontro e de referência da cultura, das pessoas, dos sabores e dos lugares do Mato Grosso do Sul. Por isso leia, conheça, compartilhe e viva o MS com a gente! 

Sugestão de pauta? contato.eusoums@gmail.com

  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone Instagram