EUsouMS SESSION PLANA.png
respire 6.gif
BANNER SITE - GALERIA MEIA SETE.jpg

#EUsouMS Entrevista: Internacional Baroza

A estrada e a música de Diego Baroza


Não é de hoje que o público Brasil afora ouve o nome de Diego Baroza e o associa à alta performance, qualidade técnica e artística. O músico nascido em Dourados-MS vem se destacando não apenas por acompanhar diversos nomes do sertanejo Brasileiro como Jads e Jadson (que acompanhou por doze anos), Bruno & Marrone, Marilia Mendonça, Henrique & Juliano, Edson e Hudson, Maiara e Maraísa, Wanessa Camargo, entre outros. Baroza imprimiu sua identidade em grandes sucessos da música Brasileira e hoje parte pra novos voos internacionais.


Além da vasta discografia em que assina guitarras e violões para outros artistas, o músico tem dois álbuns solo lançados até o momento: “Universe In Distortion” de 2012 e “Musique por la vie” de 2017 e já segue preparando o terceiro para lançar na nova fase de sua vida em que decidiu morar em Nova Iorque.


A linguagem da música não tem fronteiras. E isso é comprovado por vários instrumentistas brasileiros que fazem muito sucesso no exterior, como o também guitarrista sul-mato-grossense Matheus Asato, o grande violonista Yamandu Costa e Naná Vasconcelos, ganhador de diversos prêmios “Grammy” e considerado pela critica internacional um dos maiores percussionistas do mundo.


E por acreditar na quebra de barreiras e fronteiras de música, linguagens e mercado, Baroza se lança para o mercado internacional empunhando sua guitarra e mostrando que pode fazer parte do rol de artistas brasileiros em destaque no exterior. Trata-se de um novo começo, porém muito embasado em uma trajetória cheia de bagagens e sucessos no Brasil, que com certeza contribuirão para que o mundo o enxergue agora na capital do mundo.


Conversei com o Diego nessa temporada que ele está passando em Campo Grande e pudemos nos conectar musicalmente e nos entendermos enquanto artistas. Ainda em fase de adaptação cultural, notei muita firmeza em seu propósito de vida e de carreira.

Um músico determinado e criativo que se envolve em todo o processo de produção de sua carreira, algo que me identifico e aplaudo, pois muitos querem ter sucesso, mas poucos querem trabalhar e conhecer todos os setores do ofício. Com vocês Diego Baroza:


Jonavo - Baroza, você é um músico inquieto. Está sempre no movimento de se reinventar e se superar. Como está sendo essa nova etapa da sua vida em que decidiu viver nos Estados Unidos?

Baroza - Eu sinto a mesma sensação de quando cheguei em São Paulo com meus 17 anos para estudar música. Me sinto um adolescente de novo com a guitarra nas costas doido pra fazer um som em qualquer lugar. Tenho conhecido músicos do mundo inteiro, isso realmente é inspirador... ver cada um deles mostrando sua cultura através da música... isso me faz refletir todos os dias quando chego em casa: COMO O MUNDO É GRANDE E LINDO! Então, sim, está sendo uma experiência incrível, numa fase bem mais madura na minha vida (que faz muita diferença no rolê). Jonavo - Por que Nova York?


Baroza - NYC é um pedaço de cada lugar do mundo né... Eu amo a liberdade e a diversidade cultural. Eu vi músicos de muitos lugares diferentes tocando sua música...e NYC tem muito disso, tipo "Mostre seu som!". Eu realmente adoro isso e todo esse rolê me fez acreditar mais ainda na minha música.

Jonavo - Sua trajetória acompanhando e gravando artistas sertanejos foi muito importante para te tornar um músico requisitado. Como os gringos enxergam sua história no Brasil? Baroza – Sim, e toda essa minha bagagem do Brasil me ajudou muito nos EUA. Primeiro por toda essa caminhada né... São horas de estrada, palcos, DVDs, estúdio, poucas horas de sono, viagens... Tudo isso te torna mais firme pra encarar uma nova etapa na vida, sabe? E pensado pelo outro lado do prisma, acaba sendo uma bagagem de currículo muito importante, pois o role é o mesmo. Estúdio nos EUA e no BRASIL, é estúdio igual! DVD nos EUA e DVD no Brasil, idem! Então realmente me ajudou e me ajuda bastante. Eu escuto e vejo muito os trabalhos que fiz por lá nas comunidades brasileiras, que por sinal, são bem fortes também!

Jonavo - Quais suas principais influências como guitarrista?


Baroza - Eu realmente sempre busco novas referências e novas inspirações. Sempre vou ouvir Eric Gales, Oz Noy, Allen Hinds, Mike Stern e John Mayer, sempre! Mas minhas influências estão em constante mudança. Gosto disso, para sempre poder enxergar novos caminhos. Atualmente tenho ouvido muito alguns guitarristas que conheci em NY: Rock Choi, Shubh Saran e Jim Campilongo.

Jonavo - Fale um pouco sobre seu set atual. Quais guitarras, pedais e amplificadores você tem usado com frequência?


Baroza - Bom, o amplificador da minha vida é um Fender Blues Deluxe de 40w. Ele já está bem surrado da estrada e é o amp que mais encontrei meu som até aqui. Minha principal guitarra de alguns anos pra cá é uma Fender Stevie Ray Vaughan 93'. Essa guitarra pertenceu ao grande guitarrista Artur Menezes e foram feitas várias modificações, como um "hard relic", raio de escala mais plano, trastes médio jumbo. Essa SRV é totalmente diferente de uma SRV de loja convencional...realmente é uma guita impressionante. De pedais uso um WAMPLER Ego Compressor, de drives um MXR Dunlop Eric Gales, TS 808 e Red Briton da Tone Ink. Uso um fuzz maravilhoso chamado Face Breaker, também da Tone Ink. Todos meios efeitos vêm de uma Line 6 HX STOMP, que também tem um ótimo LR quando preciso ligar em linha. Controlo todos esses pedais com uma maravilha chamada SATURNO, assim eu reduzo bem o sapateado dos pedais e consigo uma programação impecável dos efeitos.

Jonavo - O que é o timbre perfeito pra você?


Baroza - Pra mim o som começa na nossa cabeça, independente do tipo de equipamento que você estiver usando. Pra mim tudo parte de uma boa guitarra e um bom amp. Se a combinação desses dois for boa, tudo que vier no meio, como pedais, soarão bem também! Então respondendo e sendo mais exato: Uma strato + um amplificador clean com reverb! Jonavo - Qual a principal lição que você aprendeu na sua carreira e que você gostaria de compartilhar com novos músicos que se inspiram em você?


Baroza - Faça seu show de hoje ser o seu MELHOR SHOW! Pense nisso todos os dias ;)




1 comentário
Fraternidade_sem_Fronteiras_lança_camp
Captura de Tela 2021-01-14 às 08.39.19.p
Video.gif

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

EUsouMS 2020.png