top of page

#EUsouMS Entrevista: Rick Agra

Natural de São Paulo e residente em Mato Grosso do sul, Rick Agra acaba de lançar o seu mais novo single “É o amor no ar”, já disponível em todas as plataformas digitais. Na família Rick é pioneiro na música, mas as in fluências de Gil e Caetano vem desde muito cedo.


Ainda cedo Rick deu sinais de que a música era a sua grande paixão “Começo a aprender um instrumento quando tinha 16 anos, não foi fácil convencer meu pai a “investir” nas aulas de violão, mas minha mãe sempre dava um jeito. E assim começou minha história com a música tocando em rodas de violão, e não demora muito para juntar com os amigos e formar a primeira banda: Sociedade Anêmica (eu sei que o nome não dos mais comerciais) o intuito na época era fazer música, criar uma história, porém erámos jovens e banda não durou muito tempo”.

Mas a carreira em bandas ainda teve mais um capítulo “Depois disso fiquei à frente de uma banda chamada: Lua de marte (eu sei mais um nome estranho, influência dos anos 80) ai sim foi uma escola, vários bares, shows e eventos. Quatro ou cinco anos como vocalista da banda. Após o término da banda resolvi me dedicar mais ao instrumento que sempre me cativou que foi o contrabaixo. Sendo assim desisti de ser vocalista e me tornar um “sideman” isso me ajudou muito a olhar a música de outro ângulo e acabei tocando em algumas bandas de diferentes estilos musicais como: Pop, Blues e até uma banda de Metal”.


Mas a carreira de Rick tomou um rumo diferente com a parceira do General R3 “Comecei a produzir, e surgiu um trabalho autoral e começo a compor e produzir freneticamente, somente com o projeto do General temos cerca de 20 músicas prontas, assim também surge um eu lírico feminino e quem da voz a três canções minha é a Vivi Calazas”. Confira a entrevista que a nossa equipe fez com ele:


#EUsouMS – Mato Grosso do Sul tem uma cena musical independente muito forte e as pessoas estão ouvindo cada vez mais os artistas do nosso estado. Como é para você esse crescimento?


Acredito que a cena musical independente está ainda muito tímida, os artista ainda tem receio de lançar suas próprias canções, mas quando assim o fazem escuto coisas maravilhosas que acredito que o mundo deva conhecer, talvez essas produções independentes vem sendo abafadas pelo estilo sertanejo que é muito forte em nosso estado, porém acredito que há espaço pra todos, precisamos apenas da chance de sermos ouvidos e divulgados, assim como vocês do EusouMS faz.


#EUsouMS – Quais são as suas maiores influências na música?


Tenho uma influência bastante variada, pelos os anos tocando por aí em diversos estilos. Eu posso afirmar que o estilo que mais se aproxima do que eu venho produzindo é a MPB com pitadas do Soul e até do Blues em algumas canções.


#EUsouMS – Existe algum artista completamente diferente do seu som que você curte ou admira?


Nossa tem vários, até porque minha linda de composição quase sempre fala de amor, porém pode encontrar em minha playlist artistas como Metallica, ZZTOP, Mothorhead entre outros nesse estilo.

#EUsouMS – Como você define o seu trabalho hoje?


Defino como um trabalho com muitas influências, mas onde pode notar sempre uma particularidade naquilo que eu crio, acredito que principalmente pelas letras, tem conotações parecidas. Você escuta e pode identificar que é minha.


#EUsouMS – Em meio a pandemia todos os artistas foram afetados. Como está desenvolvendo o seu trabalho? Esse é um momento criativo para você?


A música foi minha válvula de escape! Joguei minhas frustrações e alegrias nela. A arte me ajudou a passar melhor esse tempo, aprender olhar mais pra mim e criar a coragem que faltava pra voltar pra frente do microfone.


#EUsouMS – Já escutei seu novo single (Muito Bom!) Como você trabalhou a construção dele? O que você dá mais importância nesse processo?


Essa single vem falando de amor como o nome da canção diz: É o amor no ar. Essa letra veio como uma inspiração até que tardia de um filme do Almodóvar: Fale com ela, assim deu início a letra e música quase ao mesmo tempo, no segundo verso vem um lado mais poético da canção.


#EUsouMS – Deixa agora aqui para os nossos leitores todos os seus contatos e onde a gente pode te encontrar.


Instagram @rickagraa

Facebook: Ricardo Agra

YouTube: Ricardo Agra




0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


Artes Livia  (Story)-3.png

 ÚLTIMAS NOTÍCIAS:  #EUsouMS Entrevista: Descubra arte com a Galeria MEIA SETE

#EUsouMS POSTS-4.png
bottom of page